Abuso de Poder

Neste artigo abordaremos o Abuso de Poder e suas espécies: excesso de poder e desvio de poder.

Abuso de Poder

Visualizar a imagem

O Abuso de Poder configura afronta ao Princípio da Legalidade e, com isso, é possível dizer que é ato ilegal.

Pelo Princípio da Supremacia do Interesse Público, surge para o administrador público o poder-dever de agir, o qual lhe obriga a atuar quando houver interesse público (forma comissiva). Nesse sentido, se diante da necessidade de se tutelar o interesse público houver inércia da autoridade administrativa, há abuso de poder, de forma omissiva. Toma-se como exemplo o caso de uma Autoridade Sanitária que não determina a interdição de um estabelecimento, embora este não possua condições de estar em funcionamento.

O Abuso de Poder é, assim, gênero do qual são espécies:

Excesso de Poder

Quando o agente atua fora dos limites de sua competência. Nesse caso há vício no requisito de competência do ato administrativo.

Desvio de Poder (ou desvio de finalidade)

Quando o agente, embora possua competência para realizar o ato, o faz com desvio de finalidade. É comum aparecer em prova como exemplo o caso de remoção de ofício de um servidor, como forma de puni-lo por faltas funcionais. Nessa espécie há vício no requisito da finalidade do ato.

Veja como já apareceu em prova:

2013 – CESPE – BACEN - Técnico

No que diz respeito a atos administrativos, julgue os itens seguintes.

O desrespeito ao elemento finalidade conduz ao vício conhecido como abuso de poder.

Certo ou Errado?

Resposta

Relembre os requisitos dos atos administrativos:

Abuso de Poder

O quadro acima é baseado em posicionamento consagrado, segundo o qual, em qualquer ato administrativo - vinculado ou discricionário -, a competência, a finalidade e a forma são requisitos de validade sempre vinculados. Os elementos motivo e objeto, em regra, seriam discricionários. 

 

 

 

 

Fonte: O conteúdo desse artigo foi elaborado com base em questões de concursos e na doutrina.

BORTOLETO, Leandro. Direito Administrativo. 2. ed. Salvador: Juspodvim.

CARVALHO, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. 30. ed. São Paulo: Atlas.

PAULO, Vicente; ALEXANDRINO, Marcelo. Direito Administrativo Descomplicado. 24. ed. São Paulo: Método.

Veja Também:

Classificação dos serviços públicos

Classificação dos serviços públicos

Ato válido, nulo, anulável e inexistente

Ato válido, nulo, anulável e inexistente

Atos gerais X Atos individuais

Atos gerais X Atos individuais

Acidente de trabalho - Quem julga?

Acidente de trabalho - Quem julga?

Olá, deixe seu comentário para Abuso de Poder

Já temos 6 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Werikson Rodrigues

Werikson Rodrigues

O mundo precisa de mais pessoa assim obrigado!
★★★★★DIA 17.04.18 13h58RESPONDER
Fernanda - Esquematizar
Enviando Comentário Fechar :/
Fernanda  - Esquematizar

Fernanda - Esquematizar

Obrigada a vc! =)
★★★★★DIA 18.04.18 19h19RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Rosana Lima

Rosana Lima

Ótimo
★★★★★DIA 03.04.18 18h17RESPONDER
Fernanda - Esquematizar
Enviando Comentário Fechar :/
Fernanda  - Esquematizar

Fernanda - Esquematizar

Obrigada! =)
★★★★★DIA 03.04.18 19h12RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Gilmar Américo

Gilmar Américo

Otimo
★★★★★DIA 02.07.17 21h59RESPONDER
Fernanda - Esquematizar
Enviando Comentário Fechar :/
Fernanda  - Esquematizar

Fernanda - Esquematizar

Obrigada, Gilmar! =)
★★★★★DIA 03.07.17 15h10RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/

Siga Esquematizar Concursos no Facebook

Fique por dentro das novidades!

Esquematizar Concursos